Fiat 147




O Fiat 147 foi um modelo de automóvel produzido pela Fiat do Brasil entre 1976 e 1986. Baseado no 127 italiano, o 147 marcou seu pioneirismo em várias formas:

  • Primeiro carro da Fiat produzido no Brasil, marcando o início das operações da fábrica de Betim, Minas Gerais;
  • Primeiro carro brasileiro com motor transversal dianteiro;
  • Primeiro carro no Brasil com coluna articulada;
  • Primeiro carro a álcool fabricado em série em todo o mundo;
  • O menor carro a diesel da época, sendo vendido na Argentina;
  • Primeiro carro com todas as "variantes": hatch, sedan, perua, furgão e pick-up;
  • Primeiro carro com o estepe dentro do motor;
  • Primeiro carro de pequeno porte com suspensão independente traseira.

Em seus dez anos de produção, o Fiat 147 passou por duas reestilizações, sem grandes mudanças na carroceria. A versão de início foi chamada Brio. Na primeira reestilização, ganhou uma frente mais baixa, no estilo que a marca chamou "Europa", em 1980, e mais tarde, em 1983, a segunda,chamada Spazio, incorporando para-choques de plástico e estilo alusivo a modelos contemporâneos da marca como o Uno.

Teve uma versão picape, lançado em 1978, a princípio chamado de Fiat 147 Pick-up. Em 1982, essa versão passou-se a se chamar Fiorino, sendo lançado também a versão furgão, que é produzido até hoje, com a frente do Uno. A perua Panorama, foi lançada em 1982 e a versão sedã, (Oggi), em 1983. Teve a sua versão de luxo, o Spazio. Essas três versões tiveram vida curta (apenas até 1985). A versão Hatchback do 147 saiu de linha no Brasil em 1986, ( o ferramental de produção foi transferido para a Argentina, onde foi montado até 1991 ). As versôes pick-up e furgão (Fiorino) foram substituídos pela frente do Uno em 1988.

Foi eleito pela Revista Autoesporte o Carro do Ano de 1978.



1 comentários:

Yasmim Suyanne disse...
8 de janeiro de 2014 20:49

Cara deixa de ser preguiçoso, copiar e colar do Wikipédia não é legal.

Real Time Web Analytics BlogBlogs.Com.Br