Dicas para comprar seu usado.




Você precisa tomar alguns cuidados na hora de comprar um carro usado para que seja realmente vantajoso. Ao comprar um carro usado você corre alguns riscos como comprar um veículo e você precisa estar preparado para avaliar estes riscos.

DICA 1
Tente comprar carro usado de um amigo, amigo do amigo, parente do amigo, colega de trabalho. Um carro usado de uma pessoa que você conhece e confia já reduz muito possíveis problemas. Muitas vezes é melhor pagar um pouco mais caro por um carro usado de alguém que você conhece do que se arriscar.

DICA 2
Quando você vai comprar carro usado de pessoas desconhecidas ou revendas de carro não tenha pressa. O vendedor vai inventar que existem diversas pessoas interessadas no carro, vai tentar fechar o negócio rapidamente mas não tenha pressa.

DICA 3
Verifique se a documentação do carro é verdadeira e qual a situação do carro junto ao Detran. Veja se o carro está alienado, sem está quitado, se está financiado. Se estiver financiado veja junto ao banco como está a situação das parcelas. Veja a situação de possíveis multas. Verifique o Comprovante de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e do Seguro Obrigatório (DPVAT). Verifique o
Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos. Verifique o Certificado de Registro (recibo de venda) que serve para transferir a propriedade do veículo.

DICA 4
Desconfie de carro muito barato. Ninguém faz caridade. Carro muito abaixo do que é praticado no mercado deve gerar desconfiança. O preço do carro pode variar dependendo do modelo, cor, ano de fabricação, quilometragem, opcionais como alarme, som, desembaçador, vidro elétrico, o estado geral do veículo. Custos com reparos devem ser abatidos no preço.

DICA 5
Leve o carro para um mecânico da sua confiança. Ele deve fazer um orçamento de tudo que deve ser trocado ou reparado. Com isto você terá de cara uma ideia de quanto gastará para reparar o carro depois da compra.
É importante verificar o estado dos amortecedores, pneus, motor, parte elétrica, pontos de ferrugem e desgaste, etc.

DICA 6
Nunca avalie o carro dentro de lojas escuras ou a noite. Você precisa ver o carro durante o dia. É durante o dia que você pode verificar melhor a situação da lataria.

DICA 7
Para verificar se os amortecedores vão precisar ser trocados balance o carro para baixo. Se depois que você soltar o carro balançar duas ou mais vezes é sinal que o amortecedor não está bom.

DICA 8
Passe um imã enrolado em uma flanela pela lataria do carro para localizar massa. Somente o metal é atraido pelo imã.

DICA 9
A existência de bolhas na pintura do carro pode indicar a presença de ferrugem. Procure ferrugem junto às borrachas, debaixo das portas, embaixo dos pára-lamas, nas arestas inferiores da carroceria, junto às canaletas e nas bordas das tampas do capô do motor e do bagageiro.

DICA 10
Veja se as portas fechados se encaixam perfeitamente. Portas desniveladas podem indicar que o carro foi batido.

DICA 11
Pneu é uma coisa cara. Veja a situação dos pneus.

DICA 12
Pneus desgastados de forma irregular pode indicar que o carro precisa de alinhamento, balanceamento ou tem problemas na suspensão.

DICA 13
Veja como está a partida do carro. Problemas na partida podem indicar bateria que precisa ser trocada. Verifique a quanto tempo ocorreu a troca da bateria.

DICA 14
Ao frear o carro as pastilhas de freio não devem emitir som.

DICA 15
Passe todas as marchas com o carro em movimento. Não deve existir barulhos estranhos se estiver tudo ok.

DICA 16
Veja se o carro em movimento puxa para algum lado. Se isto ocorrer é porque você vai gastar dinheiro com alinhamento. Se o volante treme em determinada velocidade as rodas precisam de balanceamento.

DICA 17
Veja se o número do chassi que vem gravado perto do motor, no vidro e em vários locais do carro são iguais ao número que está no documento. Números de chassi arranhados, mal formados, soldados, raspados é sinal de problema.

DICA 18
Um mecânico deve verificar a situação do motor. Nunca compra carro nenhum com motor apresentando problemas.

DICA 19
Veja o nível do óleo e verifique a viscosidade e suas condições.

DICA 20
Verifique a água de refrigeração do motor. O líquido não deve ter cor de ferrugem e nem ter pontos aspecto oleoso. Tubos e borrachas não podem estar rachados ou ressecados pois isso vai te gerar custos de reparo no futuro próximo.

DICA 21
Veja a situação do filtro de ar. Se estiver sujo você terá o custo para comprar outro

DICA 22
A ventoinha deve girar de maneira uniforme. A correia não deve apresentar rachaduras nem deformações.

DICA 23
Entre no carro e verifique se os bancos estão afundados, soldos, tortos, se os mecanismos de ajuste do banco estão funcionando corretamente. Banco sujo, com cheiro forte também vai te gerar custos.

DICA 24
Teste todo os comandos elétricos em faróis, limpadores de pára-brisas, desembaçador, indicadores de direção (pisca-pisca), luzes de freio, buzina, velocímetro, sinalização de emergência (pisca-alerta), indicador de temperatura, etc.

DICA 25
Veja se existem pontos de ferrugem, água ou umidade embaixo do tapete. Pode existir problema de vedação das borrachas dos vidros e portas ou furos no assoalho.

DICA 26
Verifique a validade do extintor. O carro deve acompanhar macaro, triângulo de sinalização, chave de roda funcionando e em bom estado. O estepe precisa estar em bom estado.

DICA 27
Se o carro for tunado, tunning é importante observar que modificações no motor, lataria ou equipamentos do carro precisam estar devidamente homologadas pelo Detran. No documento do veículo deve constar o seguinte: alteração da cor original, as modificações na suspensão, a colocação de mais um par de faróis auxiliares, de pneus de tala larga, etc.

DICA 28
Transfira o carro no ato da compra. Se você não vai mudar a placa do carro será necessário os Comprovantes de pagamento do IPVA, do Seguro Obrigatório e das multas, Certificado de Registro de Veículos e Recibo de venda.

DICA 29
Muita gente prefere comprar o carro e trocar a placa. Neste caso você precisa de uma Certidão de Prontuário (histórico do carro), Certidão Negativa de Multa, Certidão de Furto, Vistoria, Comprovante do pagamento do IPVA, Licenciamento do veículo com Seguro Obrigatório, Recibo de venda.

2 comentários:

vsano disse...
25 de março de 2011 13:31

Mto obrigado por essas dicas!
Estava precisando saber sobre o assunto!

HPC disse...
10 de junho de 2011 02:00

Mas é importante lembrar que é um carro usado. Pois um probleminha ou outro sempre terá. Portanto, entendo ser importante as dicas direcionadas a problemas de grande relevancia.

Real Time Web Analytics BlogBlogs.Com.Br