Fórmula 1 poderá ter motores 1.6 de quatro cilindros.


Várias fontes (entre elas a BBC) sugeriram nos últimos dias que a FIA deve chegar a um acordo para padronizar motores de quatro cilindros e 1,6 litro na principal categoria do automobilismo a partir de 2013. Motivo: aproximar mais a F1 do que se vê nas ruas.

O regulamento atual congelou por seis anos (a partir de 2006) o desenvolvimento dos motores V8 de 2,4 litros. Esse acordo finda justamente em 2012. Estima-se que os novos parâmetros devem estabelecer volume de 1,6 litro, rotações limitadas a 10.000 rpm (os atuais chegam a 18.000 rpm), configuração twin-turbo, injeção direta de combustível e a volta do uso de KERS. Com isso, a potência ficaria praticamente igual (entre os 650 e 750 cavalos), mas com uma queda de consumo de até 50%.

Aparentemente, quem mais poderia lucrar com o novo regulamento seriam as grandes marcas, cujo interesse pela Fórmula 1 poderia aumentar na medida em que os propulsores utilizados se relacionassem um pouco mais ao que utilizamos na vida normal.

Um leitor que prefere não ser identificado (ele tem medo de sofrer retaliações) acha que tudo não passa de um complô da Volkswagen para finalmente estabelecer o domínio dos motores AP 1600 na F1. "Eu já sabia!", ele diz, confiantemente embasado pelos fortes rumores de que a VW pensa em investir no negócio de Bernie Ecclestone.


4 comentários:

Clauber Lima disse...
25 de junho de 2011 00:49

As pessoas podem se assustar ao baixar as cilintradas dos motores, mas Airton Senna correu na Mclaren MP4/4 em 1988 motor Honda V6 1500cc turbo com 900hp e ganhou o seu primeiro campeonato.

Bala disse...
25 de junho de 2011 06:05

Se isso acontecer ou paro de assistir!

Coloquem logo pilotos vegetarianos, cotas para negros, motores elétrico (para não poluir) e vamos cortar os supersalários dos pilotos e doar a arrecadação das bilheterias e patrocínios para o combate do efeito estufa.
Bando de babacas, sem adrenalina nas veias, SEM PÊNIS!!!!!

MARLON MAFRA disse...
25 de junho de 2011 08:33

daqui apouco so falta correr com motor de fusca que nao precisa de radiador pra nao poluir as aguas que sao utilizadas nos radiadores

(so estou sendo hironico)pq soa fia pra fazer essa barbaridade vai acabar com acompetitividade desse que eh uma das melhores categorias de automobilismo do mundo

Stewe disse...
29 de junho de 2011 08:20

ta, então abaixe o peso dos carros pra menos da metade, e melhorem a aerodinamica prejudicada pelas regras atuais

Real Time Web Analytics BlogBlogs.Com.Br