Preparação Aspirada (N/A)




Aspirados (N/A termo usado fora do Brasil)
Vejo que muitas pessoas adoram seus carros e muitos desejam um motor um pouco mais apimentado em seu companheiro de aventuras, mas logo surge a duvida, o que pode ou não pode mexer e o custo da brincadeira. Então vou apresentar e comentar um pouco das alterações mais populares. Antes vou tirar uma duvida. Já escutou o termo "meu carro é aspirado"? Esse termo é usado para preparações onde não se usa um Turbo ou um Turbo Charger, então todo carro mesmo sendo original no Brasil que não tenha um turbo ou um supercharge é aspirado.

Motor Ap quatro cilindros Original usado pela VW desde 1986 a 2008 em Gol, Saveiro, Voyage, e Santana nas versões 1.6, 1.8, 2.0


Motor Ap Aspirado (N/A)

Vejam que visualmente os dois motores são muito parecidos, mas o comportamento dos dois é bem diferente. O Ap original 1.8 tem em volta de 99cv logo esse aspirado da foto com o mesmo 1.8 pode render até 150cv, sim mesma potência de um Golf GTI Turbo.

Preparar motores aspirados visa admitir o maximo de oxigênio possível para ser misturado ao combustível assim gerando maior potência. Motores aspirados originais visam dirigibilidade e economia, onde podemos obter mais potência desses motores comprometendo esses fatores. Preparações aspiradas não são recomendadas para carros de motores pequenos, pois são motores com pouco torque. Mas é possível melhorar um pouco o rendimento de um motor 1.6 em diante.
Não que estou descriminando os motores 1.0, mas não aconselho modificações pesadas sem o uso de um turbo compressor.

Modificações

*Comando de válvulas elevado em graduação e abertura de válvulas. O comando de válvulas bravo é responsável por grande parte da potência, onde também é o causador da perca de marcha lenta e força em baixos RMP.


* Alimentação
Como podemos ver na foto do Ap preparado temos dois carburadores Webers deitados onde se tem duas cornetas por carburador para admitir a entrada de ar A alimentação pode ser feita por grandes carburadores ou injeção eletrônica. No caso dos carburadores temos uma grande gama de modelos a escolher. Podemos usar um carburador corpo duplo como um Weber 40, carburadores de corpo duplos originais preparados e dimensionados para preparações mais leves ou um carburador corpo duplo para cada dois cilindros do motor que é o usado na foto. Quando se usa comandos de válvulas de graduação elevada, geralmente se faz o uso de grandes carburadores para suavizar a perca de marcha lenta e ter o melhor rendimento da preparação. No caso das injeções eletrônicas são utilizados módulos especiais para se adequar a preparação onde as originais não dão conta do serviço. Bombas elétricas mais potentes e bicos injetores de maior capacidade também são utilizados.

*Preparo do Cabeçote
O cabeçote é a alma do motor, onde são colocadas válvulas maiores para maior adimição do ar e expulsão dos gases para o escape. Seus dutos internos são polidos e dimensionados visando maior fluxo e taxa de compreção elevada compatível com o combustível a ser usado.

*Escapamento
Carros de competição não fazem barulho apenas para chamar atenção. O sistema de escape é trocado por um dimensionado (aranhados) visando melhor expulsão dos gases onde geralmente é descartado o uso de abafadores.

*Ignição

Sistema responsável pela queima do combustível. Se estamos admitindo muito ar, injetando muito combustível, precisamos melhorar o sistema de ignição para se ter um bom proveito da queima do combustível. São instaladas velas mais eficientes, bobinas potentes, cabos de velas especiais, módulos de ignição, e amplificadores de faísca potentes.

*Aumento de Cilindrada

Muitos não sabem mais o motor de um celta 1.0 usa o mesmo bloco do Gm 1.8 de uma Montana.
Essa em minha opinião é a parte onde se deve ter maior atenção, pois teremos que abrir o motor.
Para aumentar a cilindrada são colocados pistões maiores e virabrequim com maior curso. Ou seja, se você tem uma Gm 1.0 troque os pistões e vira para os dos 1.8 e pronto você tem um motor quase 1.8, onde redimensionando o cabeçote (dutos, válvulas, comando, polia), trocando os bicos de injeção para o, 1.8 ajustando a injeção e trocando o sistema de escape para 1.8 teremos um motor completo.

Vou comentar um pouco sobre alguns equipamentos utilizados por muitos para andar na rua suas vantagens e mitos.

*Filtro esportivo.
Prometem um ganho de oito cavalos por muitos fabricantes.
Na realidade vai depender do motor a ser instalado. Carros 1.0 de hoje são motores que já saem de fabrica bem dimensionados e preparados, muitos usam escape dimensionado, comandos de válvulas roletados e etc.
O equipamento que te prometia render oito cavalos vai te render 1cv, caso comprovado em dinamômetro (equipamento que mede potencia dos carros) em um celta VHC. Sempre tem um porem, como disse varia de motor pra motor, um PT cruiser 2.4 rendeu 15 cavalos apenas trocando o filtro original para um esportivo K&N onde podemos concluir que o seu original é mal dimensionado restringindo muito o ar. Conclusão você terá um efeito funil, não adianta arrombar seu nariz que seu pulmão não vai admitir mais ar que o necessário.

*Aumento do TBI (corpo de borboleta)
Muitos aumentam o TBI, colocam um escape 4X1, filtro esportivo, gastando uma nota e ganhando apenas 5cv. Mesmo efeito que só o filtro traz. Se o motor tem um escape que restringe, a única peça q esta te rendendo é o 4X1. O original já dava conta e nem trabalhava 100% pois tudo ar que entra tem que sair se o escape restringe concordamos que o tbi não trabalhava 100% logo podemos ver que só o uso do 4X1 teríamos o mesmo rendimento gastando menos. Voltando a falar dos motores 1.0 de hoje em dia que a maioria já tem o dimensionado basta aliviar o resto do sistema tirando catalisador e colocando apenas um abafador esportivo, pode te render alguma coisa.

* Peças Forjadas
Um motor tem suas peças com a resistência relativa à sua potencia.
Motores com preparações pesadas utilizam peças internas forjadas para maiores durabilidade do conjunto. Para se ter uma idéia um kit de pistão e biela forjado para motor ap custa tem torno de 1400 reais, preço de um kit turbo básico para este motor.

* Chip de Potencia (carros chipado)
Esse item já foi muito criticado, mas em minha opinião pode sim te render alguns cavalos.
Comentei que os motores originais injetados são calibrados pensando em economia VS rendimento. O chip remapeia a injeção visando injetar o Maximo possível de combustível relacionando com a maior massa de ar que o motor consegue admitir. Nesses casos o filtro esportivo, aumento de tbi e 4X1 podem geral certo rendimento. Se seu carro chipado precisa de mais ar para injetar mais combustível e tenha um filtro original ou tbi (raramente preparações leves como essa é necessário modificar o tbi) que restringe você terá ganhado. Veja esse caso http://www.nascarchips.com.br/galeria-astra_flexpower.php.
Conclusão estude melhor seu motor lembrando que alguns sistemas de fabrica já são eficientes evitando gastos desnecessários e alterações .

Agora vamos pensar em custo beneficio. Tenho um amigo que tem um celta (vhc).
Ele montou um dimensionado, colocou ignição mais potente (msd) filtro esportivo, chip de potencia gastando 2500 reais na brincadeira. O carro foi para o dinamômetro e rendeu 77cv.
Será que ele esperava quanto de um carro com baixa cilindrada que já tem vários itens preparados de fabrica para obter melhor rendimento.

Celtas VHC turbinados com 0.7 de preção costumam render em media 130cv com um kit turbo básico usado de 700 reais usando sua injeção original.

O Gol da foto, por exemplo, foi investido no mínimo (vendo visualmente sem saber partes internas do motor) 3000 (sem mão de obra) reais... Sim dava pra comprar um kit turbo ótimo pela metade do preço muito álcool pra acelerar 200cv com consumo e dirigibilidade muito melhor na rua. Então porque preparação aspirada? Eu gosto muito das duas e já andei nas duas. Um aspro girando a 8mil RPM com seu lindo som da adimição aspirando o ar são inigualáveis. Muitos puristas e pilotos gostam de carros aspirados, pois se comportam melhor em um circuito do que carros turbinados, pois la não vemos consumo nem potencia em baixa RPM... o negocio é acelerar!!!!!

Agora feliz é o proprietário de um 4.1 6 cilindros onde saíram com seus míseros 140cv e você pensa... um Vectra quatro cilindros 2.0 tem 140cv hoje. Sim o motor do opala vem super estrangulado.
Onde instalando um, comando de 300 graus de duração, weber 48, ignição mais potente, escape dimensionado e um leve trabalho no cabeçote conseguimos 250 cavalos em media sem a grande perda de dirigibilidade do mesmo por ter grande torque em seu motor original.

Concluindo tenho um Voyage 88 ap 1.6 que uso para todos os fins por isso nele não tem nada mais que um comando 276 carburador 2e preparado (carburador usado em vários carros 1.8 do brasil) cabeçote preparado levemente (dutos polidos e taxa de compreção elevada), polia regulável para enquadrar o comando e dimensionado. O comando não é muito graduado então a lenta oscila pouco e não tenho tanta perca de torque e potencia em baixo RPM onde já me renderam muita emoção deixando pra trás em avenidas carros como New Civic, Golf, Astra, Vectra e outros. Espero ter ajudado um pouco a galera que tem duvidas nesse tipo de preparação, pois aspirado se deve ter um grande estudo e conhecimento e dinheiro para render alguns cavalos extras.


Por Vinicius de Araujo Bosqueiro
duvidas ou sugestões: voyage.88@hotmail.com

5 comentários:

Ricardo Amorim disse...
25 de julho de 2015 22:56

Bom dia Vinicius. Eu tenho um gol g4 1.0 2012 fiz um trabalho de cabeçote e coloquei filtro esportivo,o carro ficou andando muito bem. Numa arrancada de 201 mts fiz 12.9 onde um carro 1.6 mechido fez em 12.5 seu.melhor tempo. Queria saber de vc o que eu poderia fazer mais pra melhorar meu carro numa arrancada. Obrigado

Ricardo Amorim disse...
25 de julho de 2015 23:01
Este comentário foi removido pelo autor.
Stefanio antonio disse...
31 de dezembro de 2015 00:59

eu tenho um tempra 97 2.0 modelo sx 105 cavalos o que vc me indica pra da uma performance pro carro ?

Stefanio antonio disse...
31 de dezembro de 2015 00:59

eu tenho um tempra 97 2.0 modelo sx 105 cavalos o que vc me indica pra da uma performance pro carro ?

Carlos Carvalho - Designer Estratégico / Marketing de Inovação / Presença Digital disse...
22 de abril de 2016 21:33

O que você me indica para uma leve melhoria na potência em uma BMW 325i 2002 automatico, motor aspirado?

Real Time Web Analytics BlogBlogs.Com.Br